Dono de posto de combustíveis é preso por fraudar bombas em Porto Alegre

Já os agentes do Procon constataram, na loja de conveniência, exposição à venda de produtos alimentícios com prazo de validade vencido.

Compartilhe:

A Polícia Civil deflagrou, em Porto Alegre, a Operação Combustível que visa coibir fraudes em bombas e testar a qualidade dos combustíveis.

A ação resultou na prisão de um dono de posto de combustíveis por crime contra as relações de consumo e crime contra ordem econômica no bairro São João.

Segundo a Polícia Civil, a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) testou a qualidade dos combustíveis, nada sendo constatado de irregularidades.

“Entretanto, o INMETRO fiscalizou 16 bicos de abastecimento, sendo constatado que quatro destes bicos, apresentavam erros acima do permitido, ocasionando a entrega de menos combustível do que o comercializado pelo posto. A bomba considerada irregular foi interditada”, disse a policia.

Já os agentes do Procon constataram, na loja de conveniência, exposição à venda de produtos alimentícios com prazo de validade vencido e utilização de produtos vencidos no preparo de alimentos para comercialização.


Compartilhe: