Trama bem humorada aborda como lidar com a carência afetiva durante período de distanciamento social

Compartilhe:

Como lidar com a carência afetiva e sexual durante um período de forçado distanciamento social? Essa questão atingiu muitas pessoas durante o último ano e é o plot central do conto “Eu não gosto de pornô”, que chega exclusivamente à plataforma Amazon Kindle no dia 10 de fevereiro. Assinado pelo jornalista Eduardo Dorneles, a obra está em pré-venda. O e-book tem 30 páginas e está disponível pelo valor de R$ 5,99 no link: https://amzn.to/3jhJ6ew.

Na trama, Nicole está em casa há três semanas devido à pandemia de Covid-19 que assolou o mundo e obrigou todos a abraçar algum tipo de isolamento social. Enquanto isso, tenta lidar com um namoro que parece não andar bem devido ao distanciamento forçado. Além da solidão, dos anseios e medos pelo presente e futuro, ela começa a sentir um dos maiores infortúnios de não ter o parceiro ou qualquer outro homem por perto: a falta de sexo.

Segundo Dorneles, a ideia da trama nasceu da observação desse processo que muitas pessoas viveram durante o período de maior intensidade do distanciamento social. “Muitos temas foram debatidos, mas esse, da carência afetiva e sexual, me pareceu deixado de lado. Além disso, pensar a partir da chave da facilidade da comunicação e o impacto que ela tem nas relações também me interessou. Afinal, em um mundo repleto de estímulos e mediado por uma intensa presença na internet, o que pode ser feito para lidar com isso com um smartphone na mão? Claro, sempre com bom humor”, conclui.

Eduardo Dorneles é de Porto Alegre e nasceu no ano de 1992. Ele é jornalista formado pela Universidade Luterana do Brasil e atua na área de comunicação corporativa desde 2016. Já foi premiado por produções e coberturas especiais, como o Prêmio Ari-Banrisul de Jornalismo 2017, na categoria Jornalismo Universitário Web, e o Prêmio de Jornalismo da Justiça Eleitoral do Rio Grande do Sul 2018. No primeiro semestre de 2020, seu primeiro trabalho inteiramente ficcional, o conto “A redenção entre os joelhos”, foi publicado no livro “Quarentenas: textos de uma quarentena criativa”, da editora Palavra Bordada. Através da plataforma Amazon Kindle, publicou também o conto “Dois sub-homens e um youtuber”, sua primeira obra com mais fôlego.


Compartilhe: