Ocupação de UTIs em Porto Alegre passa de 100% e hospital fica sem respiradores

No Hospital Divina Providência, além de leitos de UTIs, houve falta de respiradores. Até a tarde deste sábado, tinha 11 pacientes na lista de espera.  

Compartilhe:

As UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) de hospitais de Porto Alegre atingiram, na tarde deste sábado (27), superlotação de 101,08%, segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde.

Esta é a primeira vez que a ocupação de UTIs na Capital ultrapassa o índice de 100% desde o início da epidemia, em março do ano passado.

No Hospital Divina Providência, além de leitos de UTIs, houve falta de respiradores e os familiares dos pacientes estão pedindo ajuda. Até a tarde deste sábado, tinha 11 pacientes na lista de espera.

Hospital Moinhos de Vento contabilizava 115,15% de ocupação, o maior índice entre os estabelecimentos listados.

Já o Complexo Hospitalar Santa Casa, com dados atualizados nesta tarde, chegou a 104,72% de lotação.


Compartilhe: