Com dois jogadores a mais, Grêmio empata com o Corinthians

A partida terminou empatada sem gols e o Grêmio somou um pontinho amargo. Com o resultado, o tricolor gaúcho chegou a 34 pontos.

Compartilhe:

Com dois jogadores a mais em campo, o Grêmio tropeçou no Campeonato Brasileiro e desperdiçou a chance de encostar no G-4.

Na noite deste domingo (22), a equipe do técnico Renato Gaúcho entrou em campo, na Neo Química Arena, em São Paulo, para enfrentar o Corinthians, em partida válida pela 22ª rodada da competição nacional.

A partida terminou empatada sem gols e o Grêmio somou um pontinho amargo. Com o resultado, o tricolor gaúcho chegou a 34 pontos.

O primeiro tempo foi equilibrado e de muitas faltas. Apesar disso, o Grêmio teve uma leve superioridade durante os 45 minutos iniciais. Jean Pyerre cobrou duas faltas que levaram perigo a meta de Cássio.

Já o Corinthians teve um de seus jogadores expulso – Marllon, após uma falta forte cometida sobre Matheus Henrique.

A etapa complementar seguiu no mesmo ritmo. Os donos da casa tiveram ainda mais um atleta punido com cartão vermelho – Otero, após uma falta sobre Luiz Fernando. Mesmo com dois jogadores a mais, o Grêmio não conseguiu encontrar o caminho para o gol, apesar de maior volume de jogo.

”Faltou um pouco de tranquilidade, na hora de construir as jogadas. Também precisamos dar os méritos para a equipe do Corinthians, que soube se defender bem. Às vezes com dois jogadores a mais você não consegue vencer”, ressaltou Renato Gaúcho.

”Começamos a fazer cruzamentos muito longe da área, e não foi isso que treinamos. Infelizmente, facilitamos o trabalho do Corinthians”, completou o técnico gremista.

Escalação

Corinthians: Cássio; Fagner, Marllon, Gil e Fábio Santos; Gabriel (Camacho), Cantillo (Xavier), Luan (Léo Natel), Otero e Jonathan Cafu (Lucas Piton); Matheus Davó (Bruno Méndez). Técnico: Vágner Mancini.

Grêmio: Vanderlei; Orejuela (Churín), Geromel, Rodrigues e Cortez (Diogo Barbosa); Darlan (Pinares), Matheus Henrique (Victor Ferraz) e Jean Pyerre (Isaque); Luiz Fernando, Pepê e Diego Souza. Técnico: Renato Gaúcho.


Compartilhe: