fbpx

Oficinas FibraLAB oferecem atividades online de arte-educação para crianças

Iniciativa FibraLAB: invenciones artísticas tem sua primeira oficina lançada no último dia 12 de outubro; até dezembro serão divulgados mais oito vídeos que estimulam a criatividade dos pequenos por meio do uso do papel.
Caixa com lápis, linhas, recursos.
Programa lúdico de oficinas online de arte-educação busca desenvolver nas crianças as potencialidades de criação e do fazer artístico. Foto: Divulgação

No mês das crianças foi dada a largada nas Oficinas FibraLAB: um programa lúdico de oficinas online de arte-educação que busca desenvolver nas crianças as potencialidades de criação e do fazer artístico, a partir de estímulos às novas experiências, conquistas e saberes, tudo por meio do uso do papel.

“Queremos que as crianças aprendam a criar suas próprias histórias e explorem o universo de possibilidades que podem ser criadas a partir do papel em branco. Por meio das oficinas FibraLAB vamos expandir o alcance da arte, cultura e educação, incentivando a interação e o tempo de qualidade entre as crianças e suas famílias”, explica Mauricio Harger, diretor-geral da CMPC e presidente do Instituto CMPC.

Interação entre arte e educação

Mensalmente serão divulgados dois vídeos no site Oficinas FibraLAB, sendo um vídeo-arte e um vídeo-oficina, que são propostas de conteúdos complementares com dinâmica de interação entre o artista e a arte-educadora.

A primeira série de vídeo-artes apresenta o processo de criação e concepção do artista Xadalu Tupã Jekupé, um artista mestiço que traz um trabalho artístico social de profundidade, valorizando a cultura Guarani indígena local. Os trabalhos e elementos artísticos que serão apresentados pelo Xadalu em seus núcleos de criação – como atelier e espaços urbanos – serão o ponto de partida para que a arte-educadora Mariah Pinheiro, ensine em suas oficinas a prática de técnicas de experimentações artísticas, fazendo referências às obras do artista.

Os vídeos mostram métodos que podem ser usados tendo como base uma simples folha de papel. Entre as atividades estão previstas a confecção de gravuras, lambe-lambes e stickers, máscaras, bonecos de papel, postais e outras experimentações.

Para crianças de 3 a 6 anos de idade é importante a supervisão e ajuda dos pais durante as atividades. De 7 a 13 anos não é necessário, mas fazer deste momento uma diversão em família pode ser uma ótima ideia.

Oficinas no ar

Dois vídeos já podem ser acessados no site das oficinas. No vídeo-arte o artista Xadalu compartilha seu trabalho com gravuras enfatizando a presença da cultura indígena em grandes centros urbanos. E, no vídeo-oficina, a Mariah ensina as técnicas de gravuras que podem ser feitas em casa, fazendo o passo a passo sobre a prática da Isogravura.

Serviço

Os conteúdos são disponibilizados no site oficinasfibralab.wixsite.com/oficinasfibralab e em outras plataformas, como Facebook, Youtube e Instagram, com o objetivo de ampliar o acesso e promover a inclusão, por meio da descrição com as hashtags #paracegover e #parasurdoouvir, e de tradução simultânea das cenas dos vídeos para leitura em braile. As Oficinas FibraLAB têm o patrocínio da CMPC, com realização da Secretaria Especial da Cultura – Ministério do Turismo / Governo Federal. A iniciativa é a primeira realizada pelo Instituto CMPC.

Leia também

Total
0
Share