fbpx

Meteoro de grande magnitude é registrado por observatório no Rio Grande do Sul

Por alguns segundos, a noite voltou a ser dia tamanha a intensidade do contato do bólido com as camadas mais altas da atmosfera.

Um meteoro de grande magnitude foi registrado na madrugada desta quinta-feira (1º) na região da Serra gaúcha. O superbólido – nome dado a meteoros luminosos de maior intensidade que o brilho da Lua – cruzou o céu próximo da cidade de de Caxias do Sul. No entanto, o pedaço de rocha espacial não chegou a atingir o solo.

O clarão causado pelo meteoro ocorreu as 1h09 da madrugada. Por cerca de seis segundos, a noite voltou a ser dia tamanha a intensidade do contato do bólido com as camadas mais altas da atmosfera.

De acordo com a Bramon (Brazilian Meteor Observation Network) moradores da região dão conta que postes de iluminação pública chegaram a desligar. A rede está coletando relatos através de um formulário e deve divulgar a trajetória no decorrer do dia.

Dados preliminares apontam que o meteoro entrou na atmosfera a uma altitude de 100 quilômetros. Ele se movia a aproximadamente 60,9 mil quilômetros por hora. Após o contato com a atmosfera, o bólido explodiu no ar a cerca de 22 quilômetros de altitude sobre o município de Vacaria. Não há registro de danos causados pela queda.

Conforme o Observatório Espacial Heller & Jung, de Taquara, este é o maior meteoro já registrado no Estado desde 2016, ano em que o observatório passou a atuar. A queda de meteoros é comum e ocorre todos os dias. Desde o início do ano, o observatório registrou mais de 11 mil meteoros de baixa magnitude em sua área de cobertura.

Leia também

Total
16
Share