Candidato do PCO a prefeito em Porto Alegre tem registro indeferido pelo TRE

Decisão aponta “ausência de requisito de registro” devido irregularidades na prestação de contas do candidato Luiz Delvair em eleições passadas.

Compartilhe:

O PCO (Partido da Causa Operária) teve a candidatura de Luiz Delvair indeferida pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral). Ele concorria ao cargo de prefeito de Porto Alegre. A decisão aponta “ausência de requisito de registro”.

O indeferimento ocorreu na terça-feira e já consta no site Divulga Contas, da Justiça Eleitoral. As outras 12 candidaturas ao cargo máximo do Executivo municipal foram deferidas.

Conforme a sentença da juíza da 158ª Zona Eleitoral, Gladis de Fátima Canelles Piccini, há irregularidades que impedem que o candidato concorra. Dentre elas estão a suposta omissão no cumprimento do dever de prestar contas. O problema decorre da candidatura de Delvair a prefeito na Capital, em 2016. É o mesmo motivo que havia impedido o político de concorrer ao cargo de senador em 2018.

Também foi apontada ausência de quitação eleitoral. A juíza também aponta necessidade de ser comprovada a escolaridade. Ela justifica que documento apresentado nos autos da candidatura “encontra-se ilegível”.

A direção nacional do PCO, em São Paulo, já está ciente do problema com a candidatura e pretende apresentar defesa. A candidata à vice na chapa, a artesã Delaine Kalikosky, teve o registro deferido. Em caso de negativa do registro de Delvair após o recurso, ela poderá assumir a chapa.


Compartilhe: