fbpx

Polícia prende padrasto de criança de 3 anos que morreu na Região Norte do RS

Ele será recolhido ao Presídio de Passo Fundo onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil cumpriu nesta sexta-feira (18) um mandado de prisão temporária contra o padrasto da criança de 3 anos idade que morreu em São José do Ouro.

Ele passou a ser o principal suspeito na morte do menino, ocorrida no último domingo (13), mesmo alegando que o enteado teve uma queda no banheiro durante um banho.

Na terça-feira (15), o padrasto, que tem 21 anos, residia com a criança e a mãe, se apresentou para prestar depoimento acompanhado de seu advogado. Segundo a Polícia Civil, ele era o único presente no momento dos fatos.  De acordo com o padrasto, a morte da criança teria decorrido de lesão na cabeça por causa de uma queda durante o banho.

Ontem, um laudo pericial formulado pelo Instituto Geral de Perícias apontou que a criança tinha várias lesões internas pelo corpo (cabeça, rosto, peito, tórax, abdômen, braços e costas).

“Assim, foi possível constatar que a causa mortis era completamente incompatível com os relatos colhidos até o momento”, ressalta a Polícia Civil.

O acusado será recolhido ao Presídio de Passo Fundo onde ficará à disposição da Justiça. A identidade do padrasto não foi divulgada.

 

Leia também

Total
4
Share