Inter goleia o Atlético Goianiense e é líder do Brasileirão

O jogo foi o primeiro do Inter depois da grave lesão que tirou o centroavante Paolo Guerrero.

Compartilhe:

Em meio às especulações em torno da volta de Alexandre Pato ao Inter, o colorado recebeu o Atlético Goianiense no Beira-Rio, na noite desta quarta-feira, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo foi o primeiro do Inter depois da grave lesão que tirou o centroavante Paolo Guerrero do restante da temporada. Com o objetivo de poupar alguns titulares, o técnico Eduardo Coudet mandou a campo um time misto. Assim, o torcedor pode ver novos nomes, como as promessas da base Praxedes e Peglow.

O jogo começou como o previsto. O Inter retinha mais a posse da bola com uma circulação intensa. Porém sem chances efetivas. O Atlético se defendia muito bem, com as linhas compactadas, e disparava em rápidos contra-ataques. No primeiro deles, logo aos 4 minutos, Matheuzinho recebeu de Marlon Freitas e encobriu Lomba. A bola chegou a entrar mas, após consulta ao VAR, o árbitro Wagner Reway anulou o gol.

A primeira chance real do Inter viria só aos 29 minutos, com o criticado Pottker. Ele recebeu pelo lado direito da entrada da área, trouxe para o meio e chutou alto no canto direito de Jean. O goleiro do Atlético se esticou e conseguiu espalmar.

Aos 34, o Atlético Goianiense encaixa mais um contra-ataque. Após escapada de Hyuri pela direita, Marcelo Lomba sai para cobrir. O jogador do Dragão espera a saída do goleiro colorado e toca para Marlon Freitas, que chuta rasteiro para fora. No entanto, o juíz já havia parado o jogo e marcado impedimento. Era o último lance relevante da primeira etapa.

Segundo tempo

O Inter voltou para o segundo tempo tocando a bola mais rápido e arriscando mais. O bom rendimento levou ao primeiro gol. Em escanteio cobrado pelo garoto Peglow, o contestado volante Musto pulou no primeiro pau e escorou de cabeça. 1 a 0.

O gol deu um alívio momentâneo ao Inter, porque aos 11 minutos, após uma discussão envolvendo alguns jogadores na lateral do campo, Pottker deu um tapa em Edson, do time goiano, e foi expulso. A partir daí, Coudet procurou conciliar a manutenção do controle do jogo com a realização das trocas previstas para a partida. Tirou Praxedes e Peglow e colocou Edenílson e Thiago Galhardo.

A substituição surtiria efeito logo na sequência. Em uma escapada do Inter, que agora esperava mais o adversário, Galhardo tocou para Patrick na entrada da área pela esquerda. O camisa 88 driblou o marcador e tentou encobrir o goleiro. A bola bateu na trave e sobrou na marca do pênalti de volta para Galhardo fazer mais um na temporada. Era o segundo do Inter.

O Atlético se atirou para cima. E o Inter assumiu uma postura de espera para o contra-ataque. Aos 27, saiu Marcos Guilherme para a entrada do volante Lindoso. E aos 32, saiu Patrick para entrar o lateral-esquerdo Moisés. A estratégia deu certo. Aos 42, Edenílson acionou novamente Galhardo que invadiu a área e sofreu pênalti do goleiro Jean. O próprio Galhardo bateu forte e alto no canto de esquerdo do arqueiro do Atlético e fez o terceiro do Inter.

Com o resultado, o Colorado é líder do Campeonato Brasileiro com 9 pontos. Mesma pontuação de seu próximo adversário na competição, o Atlético Mineiro, que perdeu sua primeira partida no campeonato para o Botafogo nesta quarta-feira por 2 a 1. A partida será realizada no sábado, às 19h, no Gigante da Beira-Rio.


Compartilhe: