fbpx

Empresa doa mil testes rápidos de Covid-19 para a prefeitura de São Leopoldo

Companhia já realizou outras doações voltadas ao sistema de saúde local
A entrega foi realizada na sede da empresa. Foto: Divulgação

A Stihl Ferramentas Motorizadas doou nesta quarta-feira (5) cerca de mil testes rápidos de Covid-19 para a Prefeitura de São Leopoldo (RS). Os testes sorológicos são um importante método para diagnósticos em massa da população, necessários para fornecer dados sobre a situação da pandemia e combatê-la.

A entrega foi realizada na sede da empresa, com a presença do presidente da Stihl, Cláudio Guenther, e do secretário municipal de Saúde, Ricardo Brasil Charão.

A companhia já realizou outras doações voltadas ao sistema de saúde local – bem como adotou rígidos protocolos de segurança em sua fábrica em São Leopoldo. “A Cultura Corporativa da Stihl , que representa o DNA da marca no mundo, ressalta o compromisso e a prioridade com a saúde e a segurança dos colaboradores, das suas famílias e da comunidade. E são nessas pessoas que focamos nosso trabalho de apoio às instituições de saúde e organizações sociais, para enfrentarmos juntos este momento atípico nas nossas vidas”, ressalta o presidente da Stihl Brasil, Cláudio Guenther.

Fundação Hospital Centenário

À Fundação Hospital Centenário, localizada em São Leopoldo, a Stihl doou um pulverizador modelo SR 420 para higienização do ambiente hospitalar. A empresa também apoiou a instituição com a instalação de 10 computadores em novas áreas criadas para tratamento de pacientes infectados por Covid-19, os quais necessitavam de suporte para melhor desenvolvimento do trabalho.

Além das máquinas, a organização destinou 5 mil máscaras N95 (PFF2) para os profissionais de saúde que trabalham na área hospitalar.

Com foco em levar ajuda, a Stihl ainda realizou a doação de 1,2 mil cestas básicas para o Banco de Alimentos Vale do Sinos para atender crianças, adolescentes e suas famílias em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar.

Contribuiu também com a produção de 250 mil testeiras plásticas para montagem de protetores faciais, que foram destinados aos profissionais da área de segurança e saúde, que estão na linha de frente no combate à Covid-19, em diversos estados brasileiros.

Leia também