fbpx

Rio Paranhana transborda e alaga residências em Três Coroas

Dezenas de residências da cidade foram alagadas pela cheia. O Corpo de Bombeiros usou um bote para que uma equipe se deslocasse pelas ruas alagadas.
Cheia do Rio Paranhana, em Três Coroas. Foto: Sigma Meteorologia / Divulgação

O Rio Paranhana, que corta a cidade de Três Coroas, transbordou em decorrência das chuvas que atingem o Rio Grande do Sul. As precipitações – que em alguma cidades atingiram 110 milímetros – são causadas pela formação de um ciclone extratropical perto do litoral gaúcho.

Dezenas de residências da cidade foram alagadas pela cheia. O Corpo de Bombeiros trabalhou, desde a noite de terça, para atendimento dos moradores. Um bote foi utilizado para que uma equipe se deslocasse pelas ruas, que formaram correnteza. Vários pontos ficaram intrafegáveis.

Conforme dados do Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais), choveu mais de 110 milímetros em Três Coroas entre 3h da manhã de terça-feira e o mesmo horário desta quarta. O pluviômetro fica localizado na Vila dos Pinheiros.

Além de Três Coroas, há registro de transbordamento de arroios em outras cidades da região. É o caso de Igrejinha, onde também houve transbordamento do Paranhana nos bairros 15 de Novembro e Figueira. A situação é menos grave em Rolante, onde o arroio Areia saiu do leito e o rio Rolante está em cota de subida.

O Paranhana é um dos rios mais suscetíveis a cheias por causa da sua localização, em um vale. Ele recebe é o responsável pelo escoamento natural da chuva de pontos da Serra gaúcha.

📰 Receba as notícias do Agora no seu WhatsApp e Telegram
Notícias relacionadas