fbpx

Justiça interdita casa geriátrica em Santana do Livramento

A pedido do Ministério Público do Rio Grande do Sul, a Justiça determinou a interdição da Casa Geriátrica Coração de Maria.
A ação foi ajuizada em razão da situação de risco vivenciada pelos idosos abrigados. Foto: Divulgação/MPRS

A pedido do Ministério Público do Rio Grande do Sul, a Justiça determinou a interdição da Casa Geriátrica Coração de Maria, em Santana do Livramento.

A decisão proíbe o acolhimento de novos idosos até o julgamento definitivo da ação. “E determina ao Município de Santana do Livramento que providencie, em no máximo 15 dias, a retirada dos abrigados idosos e não idosos em severas condições de saúde.”

“Portadores de alto grau de dependência que se encontram acolhidos no local, submetendo-os a exames médicos para verificação das condições de saúde física e mental e a consequente recolocação em suas famílias de origem, ou, não sendo possível, em outra entidade de atendimento”, diz a nota do Ministério Público.

Conforme o promotor de Justiça Sandro Loureiro Marones, a ação foi ajuizada em razão da situação de risco vivenciada pelos idosos abrigados. Ele ressaltou a precariedade e ausência de condições técnicas do local.

“Após vistorias realizadas quando do acompanhamento extrajudicial do estabelecimento, constatou-se a absoluta falta de condições de funcionamento da instituição, dada a sua precariedade estrutural e para com o cuidado aos idosos”, ressalta Marones.

De acordo com o promotor, foram encontrados no local medicamentos acondicionados irregularmente e com prazo de validade vencidos. “A casa sequer dispunha de alvará sanitário”, completou.

📰 Receba as notícias do Agora no seu WhatsApp e Telegram
Notícias relacionadas