fbpx

Guerrero faz dois e Inter vence a primeira após o retorno do futebol

Dupla do peruano com Thiago Galhardo se reencontra e constrói vitória colorada em Alvorada.
Crédito: Ricardo Duarte

Após meses de espera, o torcedor colorado voltou a comemorar uma vitória do time. Pelo Gauchão, os comandados de Eduardo Coudet venceram o Aimoré por 2 a 0 em partida marcada pelo retorno do Inter às suas dependências na Morada dos Quero-Queros, centro de treinamentos do clube em Alvorada. A dupla Paolo Guerrero e Thiago Galhardo foi decisiva nas principais jogadas ofensivas da equipe agora classificada às semifinais do Estadual.

A partida teve amplo domínio do time de Coudet. Com transição rápida e marcação alta, os atletas do Inter tiveram poucas dificuldades na construção do placar em Alvorada. Logo de início, a maior posse de bola dos colorados não garantiram boas chegadas à frente. Apenas Thiago Galhardo, de cabeça, e Gabriel Boschilia, em cobrança de falta, apareceram nos primeiros quinze minutos do jogo.

A partir daí, a parceria do peruano Paolo Guerrero e Thiago Galhardo começou a dar suas caras no esquema de Eduardo Coudet, talhado no controle e na marcação alta com encaixes. A movimentação do camisa 17 colorado entre as linhas da defesa gerou algumas das principais oportunidades do Inter na partida. Em abertura na ponta-direita, o meia achou o nove colorado na entrada da área. Chutou de peito de pé para boa defesa do goleiro Luiz Felipe, destaque do Aimoré no primeiro tempo. No escanteio, bola sobrou para o zagueiro Bruno Fuchs que com pouco cacoete de centroavante, finalizou em cima do goleiro.

Aos 19 minutos, o encaixe da dupla de frente do Inter findou em gol. Em tabela por dentro, belo passe de esquerda de Galhardo para a finalização forte no canto de Paolo Guerrero. Era o 1 a 0 colorado em meio aos gritos de Eduardo Coudet, já que a partida foi realizada sem torcida na Morada dos Quero-queros, em Alvorada. 

Em mais uma jogada agressiva, aos 31, Edenilson recupera a bola na intermediária de ataque do Inter, pifa Gabriel Boschilia, que acaba batendo em cima do goleiro. A marcação alta apertou a defesa do Aimoré em inúmeros momentos, tornando difícil a saída de jogo do time do Vale dos Sinos. 

Noutras duas grandes participações de Guerrero no primeiro tempo, fez o pivô, apareceu no bico da área e assistiu a Boschilia, chegou com a perna direita que não era a boa, e obrigou Luiz Felipe a executar outra belíssima defesa. No lance seguinte, aos 45 minutos da primeira etapa, a bola respingou de escanteio na marca do pênalti e o centroavante peruano bateu no travessão.

Segundo tempo

No intervalo, nenhuma substituição do lado do Inter. O Aimoré tirou dois atacantes, Biro Paraíba e Matheus Rodrigues deram lugar ao atacante Isaías e o defensor Wagner Freitas. O recomeço foi bastante movimentado por parte do Internacional. A marcação pressão pegou a defesa do time de São Leopoldo sentiu bastante nas investidas ofensivas coloradas. 

Numa sobra de bola de escanteio, Boschilia emendou um chutaço de canhota e Luiz Felipe fez uma defesa incrível. No entanto, mesmo com a ótima atuação do goleiro do índio Capilé, a defesa entregou a bola nos pés de Paolo Guerrero. Bastou finalizar na saída do camisa 1. Era o segundo do peruano na partida. 2 a 0.

Inter substituiu Lindoso por Musto aos cinco do segundo tempo. O camisa 19 sentiu a coxa. William Pottker e Patrick entraram no lugar de Marcos Guilherme e Galhardo, destaques do primeiro tempo. O jogo reduziu bastante o ritmo e o desentrosamento do time mostrou alguns erros de passe no setor ofensivo. O time de Eduardo Coudet passou a controlar mais a partida. O treinador Hélio Vieira mudou o time. Colocou Leandro Canhoto e Wesley no lugar de Wagner e Felipe Guedes. Aos 29, boa tabela de Moisés e Patrick na esquerda originou passe para D’Alessandro na entrada da pequena área pelo lado direito, que finalizou em cima do Luiz Felipe.

Nonato recebeu oportunidade aos 30 minutos, entrando junto com o ídolo D’Alessandro no lugar de Edenilson e Boschilia. Diego Gomes deu lugar a Jorge Pedra aos 33 minutos do lado do Aimoré.

Com a marcação forte do Inter, Patrick retomou uma bola na entrada da área adversária e foi agarrado por Wagner Freitas. Amarelo pra ele e pênalti para o colorado. D’Alessandro foi para a bola e bateu no travessão. Aos 45 da segunda etapa, Patrick, que teve boa entrada na partida, soltou o pé do meio da rua e a bola explodiu na trave esquerda. 

Foi a primeira vitória do Internacional no retorno do futebol. Havia perdido o grenal, em Caxias do Sul, e vinha de empate com o Esportivo, de Bento Gonçalves, em 1 a 1 no final de semana. Agora, o colorado reencontra a equipe da Serra Gaúcha pelas semifinais. Do outro lado da chave, o confronto fica entre Grêmio e Novo Hamburgo.

📰 Receba as notícias do Agora no seu WhatsApp e Telegram
Notícias relacionadas