fbpx

Chuva ultrapassa a marca dos 100 milímetros em cidades do RS

Em algumas cidades, os acumulados já chegam a 150 milímetros em apenas 24 horas. 
Foto: Joel Vargas/PMPA

A chuva que atinge Porto Alegre desde a noite de segunda-feira (29) já acumula 100 milímetros. Mas, em algumas cidades, os acumulados já chegam a 150 milímetros em apenas 24 horas.

Conforme dados do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) choveu, entre 19h de segunda e o meio-dia desta terça-feira (30), 98,8 milímetros. A medição foi feita no bairro Jardim Botânico, onde fica instalado o pluviômetro do instituto. Por conta da precipitação, há vários pontos da Capital com registros de alagamentos. Nas zonas norte e sul da Capital, houve registro de transbordamento de arroios.

Dados do Ceic (Centro Integrado de Comando) de Porto Alegre apontam que a média de chuva em Porto Alegre em junho é de 132,7 milímetros. Ou seja, choveu, em pouco mais de 15 horas, cerca de 75% da chuva esperada para todo o mês.

No Interior do Estado, ao menos outras cinco cidades tiveram precipitações de chuva superiores a 100 milímetros em 24 horas. A que teve maior volume de chuva foi Cruz Alta, com 151,6 milímetros desde o meio-dia de segunda até o meio-dia desta terça-feira.

Os volumes de chuva também foram elevados em Canela, com 127 milímetros; Caxias do Sul, com 120 milímetros; Soledade, com 118 milímetros e Ibirubá, com 102 milímetros.

[jnews_block_28 include_post=”184280″]

Previsão é de ventania após a chuva

O INMET emitiu uma advertência para o risco de ventania no Rio Grande do Sul, inclusive em Porto Alegre. O motivo é a formação de um ciclone extratropical próximo da costa gaúcha. As rajadas de vento podem ser fortes, alcançando 60 a 100 quilômetros por hora. Há risco de quedas de árvores e destelhamentos em residências.

Leia também

Total
20
Share