Assentados doam uma tonelada de alimentos na Fronteira Oeste

Assentados doam uma tonelada de alimentos na Fronteira Oeste

Compartilhe:

Assentados do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) doaram mais de uma tonelada de alimentos para instituições e famílias carentes em Santana do Livramento. O objetivo é contribuir para o combate à fome gerada pela pandemia de coronavírus (Covid-19). Para isso, os trabalhadores se unem à Cooperativa Regional dos Assentados da Fronteira Oeste (Coperforte) e arrecadam os produtos que serão distribuídos.

“Para nós, é fundamental poder contribuir nesse momento que todo mundo está passando por dificuldade. Estamos aqui para mostrar à sociedade que os assentados de Santana do Livramento estão dividindo a sua produção,” relata Rosi de Lima Costa, coordenadora Financeira da Coperforte.

Os alimentos doados, foram entregues a assistência social do município de Santana do Livramento, que distribuiu parte para algumas entidades: Lar de Meninas, Asilo Mário Motta, Movimento Meninas e Meninos de Rua, Centro Beneficente Maria Abigail Clube de Mães Dona Zoraide. Já o restante dos produtos serão doados à famílias carentes da cidade.

Entre os itens arrecadados estavam uma tonelada de produtos dos assentamentos, abóbora cabotiá, mandioca, batata doce, moranga, milho verde, laranja e chuchu. Além disso foram doados 200 kg de produtos industrializados e 300 litros de leite barriga mole, produzido pela Coperforte.

“Ficamos realmente emocionados com a sensibilização das nossas famílias, que hoje vivem uma estiagem grave. Mesmo assim, o pouco que produzimos e com espírito de solidariedade e amor, compartilhamos com quem mais precisa neste momento” destaca Rosi. “Estamos cumprindo com o nosso papel social, conquistamos a terra, e hoje estamos dividindo a nossa produção” complementa.


Compartilhe: