Passo Fundo: sobe para 48 número de funcionários de frigorífico com coronavírus

Compartilhe:

O Ministério Público do Trabalho comunicou nesta segunda-feira (27) que o número de infectados por coronavírus entre os funcionários do frigorífico JBS em Passo Fundo subiu para 48.

De acordo com o Ministério Público do Trabalho, do total, 27 foram testados e 21 foram diagnosticados por critério epidemiológico. Os dados são coletados junto às Secretarias Estadual e Municipal de Saúde.

A assessoria da JBS falou sobre o número de caso e não concorda com o Ministério Público do Trabalho. “A JBS não concorda com o número de 48 colaboradores contaminados informado pelo Ministério Público do Trabalho. A Companhia registra 29 colaboradores com testagem positiva para a Covid-19.”

Nesta sexta-feira (24), a unidade do frigorífico da JBS em Passo Fundo foi totalmente interditada, por tempo indeterminado.

O motivo da interdição é o fato de o frigorífico ter se tornado um foco de coronavírus em Passo Fundo, até sexta o número estava em 19 casos confirmados.

Nota da JBS

A assessoria de imprensa da JBS enviou nota para o Agora, refutando as afirmações feitas pelo MPT. Leia a íntegra:

A JBS refuta as informações do auto de infração e está confiante na segurança das medidas adotadas com o objetivo de prevenir o contágio da Covid-19 e proteger cada um dos seus colaboradores.

A empresa esclarece que os seus protocolos atendem em 100% as orientações da Secretaria do Trabalho (Ministério da Economia) para o setor frigorífico. Ao contrário do auto de interdição que extrapola o protocolo da Secretaria do Trabalho, as ações implementadas pela JBS estão totalmente amparadas em laudos e recomendações técnicas dos órgãos de saúde e de especialistas da área médica, incluindo a Consultoria do Hospital Alberto Einstein, contratado pela JBS para apoiar em todas as ações voltadas aos seus colaboradores na área de prevenção e segurança contra a Covid-19, conferindo ainda mais qualidade técnica e segurança aos protocolos implementados pela empresa e que incluem, entre outras ações:  

  • Desinfecção diária e periódica de todas as instalações da empresa; 
  • Medição de temperatura de todos os colaboradores antes de acessarem a unidade;
  • Afastamento das pessoas do grupo de risco;
  • Inclusão de novos EPIs para uso permanente, como introdução de máscaras acrílicas;
  • Obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção para 100% dos colaboradores, incluindo a área administrativa;
  • Adoção de medidas de distanciamento social;
  • Vacinação contra gripe H1N1 para todos os colaboradores, entre outras ações.

A proteção dos colaboradores sempre foi o primeiro objetivo da JBS, desde o início da pandemia da Covid-19. A empresa segue pautada por esse princípio e confia em que as atividades em Passo Fundo serão retomadas brevemente.


Compartilhe: