Arena do Grêmio dá início à germinação da grama de inverno

Compartilhe:

Com a paralisação do calendário de jogos e eventos, em virtude da pandemia de coronavírus, a Arena do Grêmio tem suas atividades concentradas na manutenção do complexo esportivo.

Diante da continuidade do planejamento de serviços previamente estruturado, foi dado início ao trabalho de implementação da grama de inverno, com as sementes Ryegrass.

A engenheira agrônoma Francine Saraiva, responsável pelos trabalhos no gramado da Arena, explica os processos realizados.

“Primeiro, realizamos o corte vertical e rebaixamos a altura da grama atual, retirando a matéria orgânica do gramado. No segundo dia de serviço, fizemos a sobressemeadura com as sementes da grama de inverno, que chamamos de Ryegrass. Após este processo, passamos uma escova para deixar a semente em contato com o solo. No último dia de trabalho, separamos um turno para a aplicação fina de areia – que protege o crescimento das sementes e outro turno para finalizar processo com uma adubação pesada”, afirma.

Após o manejo da irrigação, o serviço consiste em acompanhar a germinação da semente. “São três dias até o início da germinação. Ao todo, são cerca de 13 dias para germinar totalmente, quando é possível fazer o primeiro corte, o que faremos nesta sexta-feira, 17 de abril. Vale adiantar que este processo de corte se repete, aproximadamente, cinco vezes até atingir o tamanho ideal”, completa Francine.

A engenheira explica que após a germinação ter iniciado, são cerca de 15 a 20 dias para que o gramado esteja completamente pronto.

A grama de inverno tem o manejo ideal, se desenvolve melhor entre os meses de abril e outubro, até o início de novembro. Por isso, a sobressemeadura, over seeding, se faz essencial, uma vez que a grama de verão entra em dormência com a ausência do calor, parando de crescer e necessitando de complementação.

Equipamentos 

A Arena faz uso contínuo dos equipamentos de iluminação suplementar. São três unidades do equipamento e que são ativados de segunda a sexta-feira, cerca de 18 horas por dia.

Cada equipamento, composto por lâmpadas de vapor de sódio que imitam a luz solar, ocupa uma área de 360 metros quadrados, sendo que cada lâmpada possui 1.000 watts de potência.

Durante o período de isolamento social e a execução de trabalho das equipes sendo feita remotamente. E o acionamento das máquinas ocorre de forma programada e automática.


Compartilhe: