Claro oferecerá mais Internet na banda larga, pontos de Wi-Fi e planos móveis

Claro oferecerá mais Internet na banda larga de casa, pontos públicos de Wi-Fi e planos móveis durante quarentena do coronavírus.

Compartilhe:

Como ações imediatas e emergenciais em função do coronavírus, a Claro informa que colocou em prática, desde sábado (14), uma série de iniciativas que visam apoiar a sociedade brasileira, incluindo clientes e até quem não tem serviços contratados, no intuito de manter os brasileiros conectados e informados durante todo o período de combate ao vírus.

Procurando internet barata? Consulte o portal de planos e compare.

O avanço do coronavírus no Brasil vem mudando o cotidiano da população, que está sendo orientada a evitar locais de grande concentração, com escolas cancelando as aulas e profissionais orientados a trabalhar remotamente.

A Claro afirma que entendeu que “o cenário torna os seus serviços de conectividade, informação e comunicação ainda mais essenciais”. E, ao mesmo tempo, faz aumentar a demanda por entretenimento para a família, que terá de permanecer em casa por um período maior.

Atenta a esse cenário, a Claro instalou um comitê de crise para avaliar, de forma contínua, a disponibilidade e capacidade da sua rede e serviços tendo em vista a evolução dos casos de covid-19 no Brasil e o impacto das medidas preventivas adotadas pelos órgãos competentes.

Na banda larga fixa, a operadora aumentará gradativamente a velocidade para todos os assinantes, melhorando a experiência dos clientes que ficarão em casa nos próximos dias. A ampliação da velocidade, além da normalmente contratada, será concedida a todos os clientes, sem qualquer custo. As medidas serão implantadas aos poucos, para garantir otimização das velocidades.

A demanda adicional virá em período diurno, quando a rede costumava operar abaixo da capacidade, já que as pessoas estariam trabalhando ou na escola. Com isso, a operadora espera que as velocidades médias aumentem durante a manhã.

Na rede móvel, a Claro adotará a concessão gradativa de bônus de Internet para seus clientes pós-pagos, permitindo que se mantenham conectados com fontes oficiais de informação, familiares e médicos. Clientes pré-pagos que consumirem toda a sua franquia poderão ganhar um bônus diário de 100MB para continuar navegando. Para isso, deverão assistir à campanha de conscientização produzida pelo Ministério da Saúde sobre o coronavírus. Clientes dos planos pré-pagos semanais e mensais também receberão bônus que permitam expandir sua conectividade no período da oferta.

E como forma de ampliar o acesso à internet inclusive a quem não é cliente, acelerando ainda mais a conscientização de toda a população em relação ao avanço da doença, a Claro liberará a sua rede de Wi-Fi disponível em locais públicos (aeroportos, parques, restaurantes etc.). O acesso pode ser feito por meio da rede #NET-CLARO-WIFI, que terá conexão concedida por tempo limitado para quem aceitar a exibição dos vídeos de prevenção disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

Em breve, os assinantes da operadora também poderão acessar de forma ilimitada, sem qualquer custo ou desconto na franquia de Internet do plano, ao aplicativo Coronavirus SUS, desenvolvido pelo Ministério da Saúde. Disponível para Android e IOS, o app oferece informações de utilidade pública, dicas de prevenção e um mapa dos postos públicos de saúde mais próximos.

Para garantir também a diversão e entretenimento das famílias, a Claro disponibilizará mais canais e conteúdos de interesse aos clientes de TV por assinatura, reforçando as fontes de informação e entretenimento para quem estará em casa. A abertura de canais já começou neste fim de semana e terá validade por tempo indeterminado, conforme política acordada com cada programadora. Clientes da Claro sem TV por Assinatura também terão acesso à programação jornalística de alguns canais via app do NOW, de forma gratuita e universal. Na próxima semana, a operadora divulgará uma página informativa com todos os canais e conteúdos liberados, com o período autorizado para cada um deles.

Também para dar mais acesso e visibilidade à campanha de esclarecimento do Ministério da Saúde e do SUS, a Claro veiculará os vídeos no canal do cliente de todas as plataformas de TV (via cabo, IPTV ou satélite) e disseminará nas redes sociais em seus perfis oficiais.

A Nextel, que agora faz parte da Claro, também está avaliando como potencializar a conectividade nos planos móveis de seus clientes e anunciará em breve como os benefícios chegarão aos seus clientes.

A Claro informa que continuará empenhada em buscar soluções que amenizem a situação causada pelo coronavírus, avaliando o impacto dessas medidas e anunciando sempre novas alternativas para manter os brasileiros conectados e com acesso à toda informação oficial, divulgada por fontes jornalísticas confiáveis e seguras.

Dentro desse mesmo espírito, e pensando na saúde e bem estar de seus clientes e funcionários, a operadora avisa que buscará reduzir ao máximo os deslocamentos e visitas técnicas. Apenas casos críticos de falha ou degradação dos serviços serão atendidos.


Compartilhe: