Projeto da Capital é um dos vencedores do programa “Educar para Transformar”

O projeto ‘Escola do Aprender’, idealizado pelo Instituto Pobres Servos da Divina Providência – Centro de Educação Profissional São João Calábria, é um dos dez ganhadores da 7ª edição do programa Educar para Transformar, Chamada Pública de Projetos do Instituto MRV.

Compartilhe:

O projeto ‘Escola do Aprender’, idealizado pelo Instituto Pobres Servos da Divina Providência – Centro de Educação Profissional São João Calábria, é um dos dez ganhadores da 7ª edição do programa Educar para Transformar, Chamada Pública de Projetos do Instituto MRV.

O projeto, que visa a formação de professores com conteúdos que contribuam para competências socioemocionais, desenvolvimento da cultura de formação continuada, metodologias ativas, inteligência emocional, com análises sobre o educador, sobre o educando e sobre o trabalho em conjunto, receberá capacitações em gestão, acompanhamento de sua evolução e um aporte financeiro de R$160 mil, para o desenvolvimento das atividades durante dois anos.

Educar para Transformar

Nesta edição, foram cerca de 400 projetos inscritos pelas Organizações da Sociedade Civil (OSC’s), em parceria com escolas públicas do ensino fundamental II e médio. “Em um país com grande desigualdade social é muito gratificante ver o interesse das OSC’s e das escolas em fazer a diferença, em proporcionar inclusão e melhorar as condições de acesso à educação de crianças e adolescentes. Estamos muito felizes com o resultado final e com a certeza de que estamos no caminho certo para o desenvolvimento de um Brasil com mais oportunidades”, afirma Eduardo Fischer, presidente do Instituto MRV.

Sobre o Instituto MRV

O Instituto MRV, fundado em 2014 pela maior construtora da América Latina, tem o objetivo de promover a transformação social por meio de projetos que estimulam o desenvolvimento de crianças e adolescentes que vivem em comunidades em situação de vulnerabilidade social. Com 1% do lucro líquido anual da construtora, a instituição trabalha com programas, projetos e parcerias que contribuem para o desenvolvimento sustentável das comunidades onde atua, e já impactou mais de 325 mil pessoas em cinco anos.


Compartilhe: