Com atuação fraca, Grêmio acaba superado pelo Caxias na estreia no Gauchão

Compartilhe:

Começou o Gauchão. O Grêmio fez sua estreia na competição na noite desta quarta-feira (22), na Arena, diante do Caxias e teve novidades na formação.

Os recém-chegados Victor Ferraz, Lucas Silva e Vanderlei fizeram sua primeira partida contra o time da serra. Mas o resultado do jogo não foi o esperado e a equipe do técnico Renato Gaúcho acabou superada pelo placar de 2 a 0.

A partida iniciou movimentada, com as duas equipes se movimentando bem. Aos 7 minutos, o Grêmio criou sua primeira chance pelo lado direito de ataque, com Alisson achando Patrick na grande área.

O meia recebeu, fez uma jogada individual e tentou o cruzamento, mas a zaga fez o corte e mandou pela linha de fundo.

Mas o Caxias respondeu com efetividade dois minutos depois, quando em um erro na defesa gremista, Gilmar acionou Tilica que tirou da zaga e do goleiro, mandando para o fundo do gol, abrindo o placar.

Depois do gol, o Grêmio não teve poder de reação. Marcando bem e controlando o jogo, a equipe do Caxias levou a vantagem de 1 a 0 para o intervalo.

O segundo tempo seguiu disputado e mesmo com maior posse de bola durante os primeiros minutos, a equipe gremista teve dificuldades para criar.

Aos 19 minutos, o Caxias ampliou o placar. Após falta feita por David Braz, Ivan bateu forte e contou com erro de Vanderlei para fazer 2 a 0.

Após o segundo gol, o Caxias conseguiu controlar o jogo até o final. “É uma vitória grandiosa. Não só para o Caxias, mas para qualquer jogador. A gente sabe que não é fácil ganhar aqui na Arena. Fizemos uma grande partida, cumprimos com aquilo que o Lacerda pediu e saímos com os três pontos”, disse o volante Yuri.

Na zona mista, o goleiro do Grêmio lamentou a falha. “A gente esperava vencer, mas são coisas do futebol. O tempo foi curto de preparação, só que precisamos melhorar”, disse o goleiro Vanderlei.

Na coletiva, Renato falou sobre a falha do goleiro gremista. “Vanderlei falhou no gol, mas é um excelente goleiro que ficou 2019 sem jogar praticamente. Tem que colocar pra jogar.”

Ao comentar o resultado da partida, o técnico do Grêmio procurou ressaltar a falta de tempo de preparação. “Nessas horas, é até difícil falar alguma coisa. O grupo volta de férias, e tem oito ou  nove dias pra preparar a equipe. No fundo, você não tem tempo pra nada.”

“Mesmo assim, nós tiramos coisas boas. Agora, é seguir em frente e trabalhar. Não tem tempo, domingo já tem jogo e viagem longa. Fazer o quê? Faz parte do jogo”, completou.


Compartilhe: