Prefeito de Caxias do Sul é afastado do cargo

Compartilhe:

A Câmara de Vereadores de Caxias do Sul aprovou o impeachment do prefeito Daniel Guerra na manhã deste domingo (22). A sessão extraordinária se prolongou por mais de dois dias.

Foram 18 votos pela cassação, quatro contra e uma abstenção. A votação começou depois da leituras de oito volumes do processo, com um total de 3.969 páginas, da manifestação de cada um dos vereadores e da manifestação final da defesa.

Entre os motivos apontados para o impeachment o Legislativo aponta a negativa para cedência da Praça Dante Alighieri para realização da Parada Livre e para a Bênção dos Freis Capuchinhos. E também não manter o diálogo com o Conselho Municipal de Saúde e fechar o Pronto-Atendimento 24 horas.

Após a decisão da Câmara de Vereadores começa o processo de transição para a troca de governo, que será assumido temporariamente pelo presidente do legislativo, Flavio Cassina.

Esse é o sétimo pedido de impeachment contra o prefeito Guerra.


Compartilhe: