Policiais civis decretam greve contra pacote de reforma de carreiras

Os policiais civis do Rio Grande do Sul decretaram contra o pacote de medidas de reforma de carreiras proposto pelo governador Eduardo Leite.

Os policiais civis do Rio Grande do Sul decretaram greve contra o pacote de medidas de reforma de carreiras proposto pelo governador Eduardo Leite. A paralisação foi aceita de forma unânime pelos integrantes do sindicato dos agentes, que se soma a servidores da saúde e da educação, já em greve.

Conforme a UGEIRM/Sindicato, a paralisação das atividades vai começar no dia que o pacote entrar em votação na Assembleia Legislativa. Chamado pela categoria de “pacote do retrocesso”, o projeto tem previsão de ser analisado pela Assembleia Legislativa entre dias 17 e 20 de dezembro.

Os agentes saíram em caminhada do Palácio da Polícia, na avenida Ipiranga com João Pessoa, até a Praça da Matriz. Pela manhã, servidores de outras categorias participaram de uma caminhada no Centro Histórico em protesto contra os projetos. A maioria dos integrantes da manifestação era de professores. As categorias se reuniram, por volta das 15h30, em frente à Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.

Notícias relacionadas
Total
2K
Share