Depois de ouvir vaias, Melo afirma que o Inter vai para o clássico para vencer

Compartilhe:

No Beira-Rio, Inter e Athletico Paranaense disputaram, na noite desta quinta-feira (31), partida da 29ª rodada do Brasileirão.

O confronto, marcado por segundo tempo de muita pressão do time colorado, foi encerrado com o placar de 1 a 1, gols de Rodrigo Lindoso, para o Inter, e Rony, que empatou para os visitantes.

Extremamente aberto e disputado, o primeiro tempo foi encerrado com o 1 a 1 no placar. Logo aos 10, Rodrigo Lindoso, em uma pintura abriu o placar.

O gol, verdade seja dita, foi anulado pelo bandeira, e levou cinco minutos para ser validado com o auxílio do vídeo. Pouco depois, aos 21, Rony empatou para os visitantes. N

a metade final da etapa, ambos os goleiros praticaram grandes defesas e contribuíram para garantir a igualdade até o momento da descida aos vestiários. Aos 37 minutos da segunda etapa, o Inter perdeu um pênalti com Guerrero.

Após o apito final, a torcida colorado presente no Beira-Rio vaiou os jogadores do Inter. Com o resultado, a equipe colorada chega a 46 pontos na tabela, na sexta posição.

“A gente não está tendo uma regularidade. Dentro da partida a gente acaba oscilando”, disse Roberto Melo, vice de futebol do Inter.

“Com o Palmeiras, empatamos e merecíamos a vitória. Contra o Santos, também. Com o Vasco, não merecíamos perder. Não estamos conseguindo os resultados. O Campeonato é muito difícil.”

“Hoje tivemos as melhores chances no jogo. Perdemos um pênalti, erramos uma bola ‘na cara’ do gol. Merecíamos a vitória. Agora vamos para o clássico para vencer. Eu nunca enxergo favorito. Sempre falo isso e não vou mudar. A motivação de jogar um Gre-Nal para os atletas já é grande por si só”, completou.

Na coletiva, Zé Ricardo comentou sobre as vaias no Beira-Rio. “Lógico que a gente fica chateado, pois estivemos próximo da vitória. O torcedor também fica chateado”, disse.

O treinador do Inter também afirmou que trocou ideias com D’Alessandro. “Conversei com ele. Com alguns, papos mais informais e com outros um pouco mais de tempo. Vamos ver como ele vai se apresentar amanhã e no sábado. Não vamos abandonar a maneira que o Inter jogou esse tempo com o Odair.”


Compartilhe: