fbpx

Polícia investiga caso dois casos de estupro em Novo Hamburgo

Os crimes teriam ocorrido com menos 48 horas de diferença em pontos diferentes. Um dos locais já havia tinha registrado crime semelhante em 2018.

A Polícia Civil de Novo Hamburgo está investigando dois casos de estupro ocorridos na cidade do Vale do Sinos. Os crimes teriam ocorrido com menos 48 horas de diferença em pontos diferentes. Um dos locais já havia tinha registrado crime semelhante em 2018.

O crime mais recente ocorreu na passarela Osvaldo Kaiser, que permite a travessia sobre a BR-116. De acordo com a polícia, uma jovem grávida foi abordada por um homem com uma tesoura sobre a passagem. A vítima, que está no quinto mês de gestação, já prestou depoimento à Polícia Civil.

O outro caso ocorreu na tarde de quinta-feira. Uma jovem estava voltando do trabalho quando foi abordada por um homem no bairro Canudos. O criminoso estava armado e ameaçou a vítima. O criminoso tentou ainda chamar um comparsa por telefone. No entanto, ele não conseguiu contato com o outro bandido. Na sequência, obrigou a vítima a ir até um matagal na cidade vizinha Campo Bom, onde houve abuso sexual.

Os dois casos estão sendo investigados pela Deam (Delegacia Especializada ao Atendimento à Mulher). Conforme a Polícia Civil, em ambos casos as vítimas foram ouvidas e foram levadas a realizar exames de corpo de delito.

A Polícia Civil busca imagens de câmeras de videomonitoramento próximas aos locais dos crimes. No entanto, os investigadores pedem que a população ajude a polícia. Qualquer informação que leve aos autores dos estupros deve ser comunicada pelo telefone 197.

Recorrência

Há quase um ano atrás, em outubro de 2018, uma jovem também foi abusada sexualmente na passarela Osvaldo Kaiser. Naquela ocasião, um homem de 33 anos, já condenado por estupro foi preso cerca de um mês depois. O acusado pelo crime do ano passado segue preso na PEJ (Penitenciária Estadual do Jacuí).

Notícias relacionadas