fbpx

“Estamos vivos. Muito vivos”, diz Roberto Melo após derrota do Inter em Curitiba

Inter vai precisar vencer por diferença de dois gols no Beira-Rio. Foto: Ricardo Duarte/Divulgação

Inter e Athletico Paranaense abriram a decisão da Copa do Brasil na noite desta quarta-feira (11) na Arena da Baixada, em Curitiba.

No primeiro  confronto, o time colorado perdeu por 1 a 0. O  gol time paranaense foi  marcado por Bruno Guimarães.  Com o resultado, para sair com a taça, o Inter precisa vencer por dois gols de diferença. Vitória com a diferença mínima leva o duelo para as penalidades.

Empurrado pela sua torcida e aproveitando da vantagem de estar habituado com seu gramado sintético, o Athletico começou a partida pressionando. Bem postada, a defesa colorada não cedia espaço, obrigando os mandantes a insistirem em bolas alçadas pelos lados do campo.

No segundo tempo, o que se viu foi um Inter solto, diferente da primeira etapa. Criando boas oportunidades, o time de do técnico Odair Hellmann deu muito trabalho para a defesa atleticana.

Mas foi Bruno Guimarães, aos 12, quem abriu o placar na Arena da Baixada. Na frente do marcador, os paranaenses se encolheram, enquanto o Inter acumulou oportunidades, paradas por uma atuação inspirada do goleiro Santos e seus zagueiros. Na última delas, aos 45, Rafael Sobis soltou uma bomba que passou próximo da trave da goleira adversária.

O vice de Futebol do Inter, Roberto Melo, não concordou com o resultado.  “Acho que o resultado não foi justo, merecíamos empatar.”

“Estamos vivos. Muito vivos. É um placar que podemos reverter e vamos reverter. Quarta-feira poderemos reverter no Beira-Rio”, completou.

Na coletiva, o técnico colorado também se mostrou confiante. “Dentro do aspecto geral o jogo ficou dentro das características que esperávamos”, ressaltou Odair.

📰 Receba as notícias do Agora no seu WhatsApp e Telegram
Notícias relacionadas