fbpx

Fiscalização apreende 3,5 toneladas de peixe antes de chegar ao Mercado Público

Carga de conteúdo sem procedência foi retida no entorno do Mercado Público. Ricardo Giusti/PMPA

Uma fiscalização apreendeu, nesta quarta-feira (11), uma carga de 3,5 toneladas de peixes em um caminhão que fazia entrega no Mercado Público de Porto Alegre.

A fiscalização envolveu Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Vigilância Sanitária da Capital, Secretaria Municipal da Saúde e Delegacia do Consumidor.

A carga, sem procedência, foi retida no entorno do Mercado Público a partir da fiscalização de um caminhão vindo de Rio Grande.

Os agentes constataram que parte dos peixes contidos no veículo estava sem certificado sanitário e que havia peixes congelados sem a rotulagem devida, configurando alimentos sem procedência sanitária.

“O que indica riscos à saúde do consumidor. Por isso, a carga foi considerada imprópria para consumo humano”, ressaltou a prefeitura.

O motorista do caminhão e o representante da Antero Pescados, responsável pela carga, foram autuados em flagrante e presos por vender produtos impróprios para consumo e sem procedência.

Doação

Cerca de 800 quilos foram doados à Fundação Zoobotânica.  Ela vai utilizar o produto na alimentação de animais do Parque Zoológico de Sapucaia do Sul.

Já o restante foi levado para processamento em uma fábrica de ração animal. Além desse caminhão, foram vistoriados mais dois veículos, um oriundo de São Lourenço do Sul e outro de Itajaí (SC).

“Estes, sem irregularidades”, afirmou a prefeitura de Porto Alegre.

📰 Receba as notícias do Agora no seu WhatsApp e Telegram
Notícias relacionadas