Guerrero faz no último minuto e dá vantagem ao Inter na disputa da Libertadores

Compartilhe:

As oitavas de final da Libertadores da América começaram para o Inter com uma vitória conquistada no último minuto contra o Nacional do Uruguai. O jogo foi morno, sem muita técnica, e coube a Guerrero, aos 45 minutos da segunda etapa, receber na área e marcar o gol que dá importante vantagem ao Colorado na briga para avançar às quartas-de-final.

O Colorado iniciou bem o jogo. Com D’Alessandro em campo para municiar a dupla de frente composta por Nico e Guerrero, o time gaúcho teve a bola por mais tempo em seus pés durante os primeiros 15, 20 minutos de disputa, mas a troca de passes e domínio da posse de bola não era objetiva e tinha pouco ímpeto de ataque.

Uma das esperanças do time de Odair Hellmann repousava justamente em um dos jogadores mais avançados: Nico López. O uruguaio, ex-atleta do Nacional, há algum tempo não consegue atuar bem e, mesmo se sentindo em casa, jogou mal e foi substituído na segunda etapa. A má jornada do atacante não foi isolada no time. A equipe Colorada como um todo esteve abaixo do que vinha apresentando na primeira fase da Libertadores da América.

Para se ter uma ideia, aos 40 minutos da segunda etapa, o time do Inter havia acertado apenas 3 chutes na direção do gol. Sem dúvida, o confronto com os uruguaios do Nacional ficou muito longe do que os Colorados já presenciaram no mágico ano de 2006, quando as duas equipes se enfrentaram na mesma fase eliminatória e os gaúchos avançaram, acabando campeões naquela temporada.

No final do jogo, até mesmo D’Alessandro foi substituído, dando lugar a Wellington Silva. Nesse ponto, Rafael Sobis já estava em campo, mas também não conseguiu levar perigo aos adversários. As equipes e a torcida já estavam praticamente conformadas com o 0 a 0 quando em um contra-ataque Patrick avançou e fez bom passe para Wellington Silva que enganou os adversários e entregou a bola para Guerrero dentro da área. Em seu habitat natural, o camisa 9 bateu com firmeza e fez o gol.

A noite, que se ensaiava morna, terminou com festa Colorada. O time de Odair agora depende de apenas um empate na semana que vem, no Beira-Rio, para seguir às quartas-de-final da Libertadores.


Compartilhe: