Ruas e casas ficam alagadas após chuva intensa em Porto Alegre

Ao menos 22 pontos da cidade tiveram bloqueios – quatro totais e 18 parciais – ao tráfego por conta de alagamentos, conforme a Prefeitura.

Compartilhe:

A chuva da madrugada, por vários momentos forte, provocou pontos de alagamentos em ruas e residências em Porto Alegre. Ao menos 22 pontos da cidade tiveram bloqueios – quatro totais e 18 parciais – ao tráfego por conta de alagamentos, conforme a Prefeitura.

Um dos bairros mais afetados pela tempestade é o bairro Sarandi, na zona norte da Capital. Os moradores reviveram o drama de ter as residências alagadas. Muitos tiveram que subir os móveis em tijolos, cavaletes e até cadeiras.

Outro ponto onde sempre que chove, alaga é na região da General Emílio Lúcio Esteves, entre o São João e o IAPI. A galeria pluvial que passa por debaixo da rua não aguenta a quantidade de água e transborda. Por conta disso, foram registrados pontos de alagamento entre a dona Sebastiana e a Emílio.

Conforme a administração do município, quinze semáforos ficaram fora de operação. Também foram registrados bloqueios parciais por queda de árvore devido ao temporal. Até às 9h, o número de pontos de bloqueio por conta de alagamentos havia caído de 22 para 9.

Mais de 70mm de chuva em 24 horas

De acordo com o Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais), o volume de chuva registrado na Capital, nas últimas 24 horas, é expressivo. Foram 75 milímetros na Cidade Baixa, 74  milímetros no bairro Partenon e 56 milímetros no Aeroporto.

Conforme a Defesa Civil de Porto Alegre, a média histórica de chuvas do mês é de 94,6 milímetros. A previsão de chuva para as próximas 24 horas é de mais de 20 milímetros.


Compartilhe: