Jornalista Ricardo Boechat morre em acidente com helicóptero em SP

Aos 66 anos, Boechat era um dos principais nomes do jornalismo brasileiro.

Compartilhe:

Duas pessoas morreram em um acidente com helicóptero ocorrido em São Paulo. Uma das vítimas é jornalista Ricardo Boechat, 66 anos, âncora do “Jornal da Band”. O comandante foi identificado como Ronaldo Quatrucci, que seria proprietário da aeronave.

A morte foi confirmada por volta das 13h40 da tarde desta segunda-feira (11). Conforme o Corpo de Bombeiros de São Paulo, a aeronave caiu no Rodoanel, uma movimentada rodovia da capital paulista.

O acidente ocorreu na altura do quilômetro 7 do Rodoanel, próximo a um pedágio, na zona oeste da cidade. Após a queda, a aeronave pegou fogo. Um caminhão com placas de Caxias do Sul foi atingido pelo helicóptero. O motorista teve escoriações leves.

Aos 66 anos, Boechat era um dos principais nomes do jornalismo brasileiro. Além do comando do Jornal da Band, ele também era âncora da rádio BandNews FM e tinha uma coluna semanal na revista ISTOÉ. Filho de um diplomata brasileiro, ele nasceu em Buenos Aires quando o pai servia o Ministério das Relações Exteriores.

Boechat começou a carreira no jornalismo na década de 1970 como repórter do extinto jornal Diário de Notícias. O jornalista também passou pelo O Globo e chegou a ocupar a secretaria de Comunicação Social no governo Moreira Franco. Boechat ainda trabalhou nos jornais O Dia, O Estado de S. Paulo e Jornal do Brasil.

Na Band, o apresentador chegou a ocupar o cargo de diretor de jornalismo.


Compartilhe: