Dupla brasileira desbanca o “Federer” das areias na final do RS CUP

Mas quem roubou a cena foi uma dupla brasileira: Marcus Vinicius Ferreira, campeão do mundo com a Seleção este ano na Rússia, e Márcio Petrone

Compartilhe:

Torres voltou ao circuito mundial da ITF de Beach Tennis e, desta vez, para ficar. A terceira edição do RS CUP aconteceu em 25 quadras de areia montadas na Praia Grande e reuniu mais de 500 atletas de cinco países (Brasil, Uruguai, Venezuela, Rússia e Itália).

Cerca de 5 mil pessoas circularam pelo evento. Torres já está confirmada como sede da competição em 2019 e 2020, conforme informação do diretor-geral do evento, Alexandre Maia, e do prefeito da cidade, Carlos Souza.

Durante o torneio, os olhares estavam voltados para três italianos: Tommaso Giovannini, atual número 3 do mundo que vinha de uma grande vitória em Aruba, Alessandro Calbucci, número 9 e considerado o “Federer” das areias, e Alex Mingozzi, maior campeão da história do BT e técnico da Seleção Brasileira (atual campeã do mundo).

Mas quem roubou a cena foi uma dupla brasileira: Marcus Vinicius Ferreira, campeão do mundo com a Seleção este ano na Rússia, e Márcio Petrone.

Eles desbancaram Mingozzi e Giovannini nas quartas de final e derrotaram Calbucci e o venezuelano Ramon “Nacho” Guedez na final por 2 sets a 1, com parciais de 6/2 3/6 7/6 (8/6).

“Foi uma vitória de superação! Primeira vez que jogo com o Marquinhos, mas parecia que já jogávamos há muito tempo. Conseguimos ter um entendimento tático do jogo muito parecido e isso fez muita diferença, pois jogos de quartas de final até a final foram decididos em detalhes no terceiro set”, disse Petrone.

No feminino, a conquista ficou com Flávia Muniz e Samantha Barijan, que bateram Rafa Miller, a número 1 do Brasil e 5 do mundo, e Patty Diaz, número 1 da Venezuela e 10 do mundo, por um duplo 6/3.

“Depois de quase um ano jogando juntas e com altos e baixos, eu e Samantha fomos coroadas com uma grande vitória em um torneio de pontuação alta, em que vencemos três grandes duplas. Eu disse que me sentia ainda em condições de vencer grandes duplas e provei isso neste torneio”, escreveu Flávia em sua rede social.

 


Compartilhe: