fbpx

Preso grupo suspeito de realizar 20 roubos e pelo menos oito assaltos a banco

Os crimes eram variados, mas tinham foco em roubo a residências e nas explosões de caixas eletrônicos em agências bancárias de diversas cidades do Estado.

Uma ação do DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais) prendeu seis pessoas responsáveis por roubos a cargas, de residências e agências bancárias. As prisões ocorreram dentro da “Operação Mão Negra” em Venâncio Aires, Cruzeiro Sul e Lajeado.

Segundo o delegado João Merten Peixoto, da 19ªRP (19ª Região Policial), foram presos quatro homens, dois de 22 anos, 39 e 60 anos, além de duas mulheres, de 35 e 45 anos. Eles estão ligados à organização criminosa qualificada em assaltos.

Os crimes eram variados, mas tinham foco em roubo a residências e nas explosões de caixas eletrônicos em agências bancárias de diversas cidades do Estado. Os presos são suspeitos de ataques a bancos em Garibaldi, Boa Vista Sul, Venâncio Aires, Santa Cruz do Sul, Guaporé, Vale Verde, São José do Erval e também no Paraná.

Os homens líderes da organização, de 22 e 39 anos, foram presos em Mariante, interior de Venâncio Aires. Foram apreendidos armas calibre 12 e pistola 9mm, espingarda, coletes, toucas, cinco veículos, além de roupas e material usados no roubo caixa eletrônico de Vale Verde.

Também foram apreendidas joias, roupas, TVs, celulares, tablets, motosserra e parte da carga de cigarro, roubada em Estrela em 31/08. Somente neste ano pelo menos seis explosões a caixas eletrônicos podem ser atribuídas à organização criminosa, segundo o delegado Peixoto.

Ele afirmou que os roubos à residência chegam a duas dezenas, inclusive na cidade de Barracão, no Estado do Paraná. A Polícia investiga também se a arma de calibre 9mm apreendida pode ter sido usada em homicídio com execução de DJ em Bom Retiro Sul, com 18 tiros no rosto, no dia 28 do mês passado.

Participaram da Operação as Delegacias de Polícia (DPs) de Lajeado, Venâncio Aires, Santa cruz do Sul, Guaporé, Soledade, além da Delegacia de Roubos (DR) do DEIC e órgãos da Polícia Civil do Paraná. Após os trâmites legais, os presos foram encaminhados ao sistema prisional gaúcho.

📰 Receba as notícias do Agora no seu WhatsApp e Telegram
Notícias relacionadas