tumultos

Polícia Rodoviária Federal já prendeu cinco pessoas por apedrejar caminhões

Ações ocorrem conforme acordado com Ministério da Segurança Pública. Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Depois de tantos “tumultos” após os depoimentos do Governo Federal sobre as rodovias, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) também se manifestou. Segundo a instituição, desde segunda-feira, quando iniciaram as manifestações, cinco pessoas foram presas por apedrejar caminhões ou colocar fogo em pneus sobre rodovia.

A PRF ressalta que está trabalhando para garantir o direito de ir e vir do cidadão. “Estamos permanentemente monitorando as rodovias, registrando placas de veículos e pessoas que possam estar cometendo infrações, que serão devidamente notificadas”, diz em nota.

Além disto, com o objetivo de tranquilizar a população, a PRF explica que está realizando a escolta de cargas para áreas sensíveis e de interesse da união, como aeroportos, hospitais e empresas de abastecimento de água, conforme acordado com Ministério da Segurança Pública.

“As ações de acompanhamento estão desenvolvidas com o objetivo de garantir a segurança de todos os usuários, visando prevenir crimes de qualquer espécie, tal como constrangimento ilegal, danos materiais e agressões físicas”, afirma.

Obstrução de rodovias

A PRF avisa que bloqueio, interrupção ou perturbação deliberada do fluxo nas rodovias, mesmo que parcial, utilizando-se de veículo parado sobre a via, é infração gravíssima, passível de autuação no valor de R$ 5.869,40 e apreensão do veículo.

Já os organizadores da interrupção poderão ser multados em R$ 17.608,20, segundo a instituição.