diálogo

Piratini pede diálogo para “superar impasse” após greve dos caminhoneiros

Caminhoneiros protestam contra elevação no preço do diesel. Foto Fernando Frazão/Agência Brasil

O governo do Estado do Rio Grande do Sul divulgou uma nota oficial e diz que a solução para impasse nos transportes deve ser buscada com diálogo responsável.

“Diante das manifestações de protestos dos caminhoneiros em todo o País, o governo do Estado ressalta a necessidade de diálogo para superar o impasse que se reflete no abastecimento de produtos e na livre circulação em algumas rodovias.

O governo reconhece as dificuldades enfrentadas pelo setor de transportes, principalmente em razão do aumento de mais de 300%, em menos de dois anos, da cotação do barril de petróleo no mercado internacional. Alerta, no entanto, para o fato de que o movimento está causando prejuízos imediatos a setores como o da produção do leite, de suínos e aves do Rio Grande do Sul.

Na medida em que parte da produção de leite começará a ser descartada por falta de transporte e animais poderão morrer em consequência da escassez de ração, o abastecimento da população sofre risco de ser prejudicado.

A preocupação é que essa situação venha a atingir a economia do estado como um todo, causando desabastecimento à população e sérios prejuízos aos setores produtivos.
Para um efetivo acompanhamento em todo o estado, o governo instalou no dia de hoje um comitê formado pelos secretários da Agricultura, Pecuária e Irrigação, do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e da Comunicação.

Por fim, o governo do Estado rechaça quaisquer situações de violência, renovando o apelo para que se busquem as saídas para o impasse com diálogo sereno e responsável”, diz a nota.